Piracicaba

.: Escolas de samba estão em fase final de preparação para o carnaval

Data: 22/02/2006

Autor: Eliana Salgado Marconi - Mtb: 29.563

O carnaval de Piracicaba começou para as seis escolas de samba da cidade. Com enredos definidos Portela, Zoom Zoom, Caxangá, União da Vila Rezende, Imperador do Samba e Ekiperalta promovem ensaios todas às noites nas comunidades. Os desfiles acontecem nos dias 26, para o grupo de acesso e 27 de fevereiro, para o grupo especial na Avenida Armando de Salles Oliveira, a partir das 21h.

 

 

 

Grêmio Recreativo Escola de Samba União da Vila Rezende

 

Fundada em 30 de dezembro de 1994, a União da Vila Rezende traz para a avenida o enredo ‘Os Mistérios entre o Céu e a Terra – Deuses Iorubas Vindos da África para o Brasil’. Segundo Sérgio Caldeira Setten, presidente da escola, a União da Vila desfilará com cerca de 300 componentes, seis alas, além da bateria e baianas e três carros alegóricos. Tendo o índio como mascote e nas cores vermelho, azul e branco, a União tentará o bicampeonato com o carnavalesco Carlos Rogério Barbosa. O casal de mestre-sala e porta-bandeira é composto por Rafael e Ana. Os ensaios acontecem na Praça do Parafuso, de segunda à sexta-feira, às 19h. A escola é a primeira a desfilar na segunda-feira (27), às 21h.

 

Cante com a União da Vila

 

“Os Mistérios entre o Céu e a Terra”

Deuses Iorubas vindos da África para o Brasil

Autores: Eleni Caldeira e Sérgio Caldeira Setten

Intérpretes: Rudnei e Altair

 

Vem lá Iansã, Iemanjá,

Ogum, Oxum e Oxalá,

O céu e a terra vão fecundar,

E a União da Vila os seus mistérios desvendar pra vocês.

 

Vou desvendando, os mistérios de orixá,

Iansã destemida e guerreira, sensual e justiceira,

Iemanjá, ó grande mãe, és rainha do mar,

A ti te dou minhas oferendas,

Com amor vamos cantar.

 

Epa, hey, Iansã,

Odoyá, aleluia,

Mistérios entre o céu e a terra,

Com os orixás e muito axé vou festejar.

 

Epa, hey, Iansã,

Odoyá, aleluia,

Magia e encanto no ar,

Com a União vamos sambar e apresentar.

 

Ode Oxossi,

Seus protegidos caçadores,

E a força total das florestas, com suas curas e esplendores,

A água, a terra, os peixes e os pássaros,

São divindades do universo,

As Deusas donas do ouro e da fertilidade,

Ora yeye, ô, ô!!!

 

Ogunhê, Saluba Nana,

Vem Xangô e Oxalá,

Muito axé quero cantar,

Com a União da Vila os Orixás vamos saudar!!

 

 

Grêmio Recreativo Escola de Samba Caxangá

 

Com sete campeonatos, a Caxangá conta a história das artes, através do enredo ‘As Belas Artes do Mundo – Pintando o Sete’. Fundada em 18 de março de 1979, a escola vai para a avenida com 250 integrantes, quatro alas, além da bateria e baianas e três carros alegóricos. Suas cores são o vermelho e branco, o símbolo é o siri e o casal de mestre-sala e porta-bandeira são Jan e Eliane. O presidente Odivaldo Daragone informou que o carnavalesco será Lucas Bendassoli e à frente da bateria estará mestre Pi. Os ensaios acontecem diariamente no varejão da Paulista, das 19h às 22h. A Caxangá desfila domingo (26), às 22h15.

 

Cante com a Caxangá

 

Pintando o Sete

Autor: Turcão da Vila África

Intérprete: Guilherme e Serginho Gibi

 

Pintando o sete eu vou,

Fazendo arte eu sou,

Sou Caxangá e Caxangá sou sim senhor,

Pintando o sete eu vou,

Fazendo arte eu sou,

Sou Caxangá e a Caxangá é o meu amor.

 

Na escultura original da criação,

A Terra foi o palco da emoção,

Nesta passarela na avenida,

A arte sempre, sempre imita a vida,

Hoje sem mistério e sem medo,

Vou escrevendo meu enredo,

A fantasia inspira minha dança,

Embalada pelos sonhos de criança,

Sem tragédia, sem comédia,

Ando vivendo “La dolce vita”,

E sorrindo vou cantando,

Estão filmando, “é nóis na fita”.

 

Do-ré-mi-fá-fá-fá, sol-lá-si-dó-dó-dó,

É a poesia levantando meu astral,

Do-ré-mi-fá-fá-fá, sol-lá-si-dó-dó-dó,

Em harmonia com o espaço sideral.

 

 


Grêmio Recreativo Cultural Social Escola de Samba Imperador do Samba

 

Em busca de seu primeiro campeonato, a Imperador do Samba vem para a avenida com o enredo ‘Água Mole em Pedra Dura, Imperador Ninguém Segura’ e 250 integrantes, seis alas, mais bateria e baianas e quatro carros alegóricos. A caçula das escolas, fundada em 13 de março de 2003, com Valdir Calsavara como presidente, os carnavalescos Carlos Cypriano, José Quintino e Jefferson Leite, Fábio Chiquinho e William como mestres de bateria, a coroa como símbolo e as cores amarelo e branco. O casal de mestre-sala e porta-bandeira é composto por Margareth e Cauê. Os ensaios acontecem de segunda à sexta-feira, das 20h às 22h na quadra do centro comunitário da Vila Industrial. A Imperador desfila domingo (26), às 21h, abrindo o carnaval de rua da cidade.

 

Cante com a Imperador

 

Água Mole em Pedra Dura, Imperador Ninguém Segura

Autor: Carlos Henrique Cypriano

Intérpretes: Wilson e Queixinho

 

Refrão

Essa vida são dois dias,

E o carnaval são três,

É a Leão da Zona Norte,         

Na avenida outra vez.

 

Vem junto com a Imperador, vem brincar,

Tristeza não paga dívida,

Vem, vamos brindar a sabedoria popular,

Que da história tira lições de vida,

Vem que é brincando que se diz a verdade,

Quem sabe ensina, quem não sabe aprende,

Água mole em pedra dura...é assim que diz o povo,

Salve a Imperador de novo.

 

A união faz a força

E é por isso que a moça vai brilhar na passarela,

E uma mão lava a outra,

Criançada marota também brinca tão bela,

Sei que o amor não tem idade,

A velha guarda com vontade está aí a festejar,

O sol nasceu para todos o povo é quem diz assim,

Sou Imperador até o fim!

 

A voz do povo é a voz de Deus,

Não há ninguém que conteste,

Vós sois o sal da Terra, já dizia o grande Mestre,

Laraiaraia, lêrêrêrê, ô,ô,ô.

 

Refrão

 


Vem junto com a Imperador, vem brincar,

Tristeza não paga dívida,

Vem, vamos brindar a sabedoria popular,

Que da história tira lições de vida,

Vem que é brincando que se diz a verdade,

Quem sabe ensina, quem não sabe aprende,

Água mole em pedra dura...é assim que diz o povo,

Salve a Imperador de novo!

 

Gosto não se discute,

A bateria percute e vai crescendo altaneira,

Não há regra sem exceção,

Mas faço fé na tradição dessa arte brasileira,

Amor com amor se paga,

E eu também quero uma vaga no coração deste Leão,

Tanto bate até que fura,

O povo tem seu valor,

Eu sou mais Imperador!

 

A voz do povo é a voz de Deus,

Não há ninguém que conteste,

Vós sois o sal da Terra, já dizia o grande Mestre,

Laraiaraia, lêrêrêrê, ô,ô,ô.

 

 

 

Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba Ekyperalta

 

Uma das mais antigas escolas da cidade, a Ekyperalta foi fundada em 21 de abril de 1974, possui cinco campeonatos e apresenta ao público o enredo ‘Sobre a Luz da Lua, a Magia de uma Noite de Mistério’. Presidida por Maria de Lourdes Bento, a escola vem com 250 componentes, oito alas, além da bateria e baianas, três carros alegóricos e com o casal de mestre-sala e porta-bandeira Ana Custódio e Nisso Teixeira. Suas cores são laranja, preto e branco e seu símbolo é um menino com bermuda preta, suspensório preto e camiseta laranja. Pádua Soares é o carnavalesco da escola e mestre Fião, diretor de bateria. Os ensaios acontecem no centro comunitário do Cecap, sempre das 18h às 22h. A Ekyperalta desfila no domingo (26) às 23h.

 

Cante com a Ekyperalta

 

“Sob a Luz da Lua, a Magia de uma Noite de Mistérios”

Autor: Nego SP

Intérpretes: Pedro Luiz, Douglas e Fábio

 

Refrão

A Zona Leste chegou pra levantar seu astral,

O povo todo aplaudiu, é noite de carnaval,

A bateria é um show e quem quiser venha ver,

Eu sou Ekyperalta até morrer.

 

Lendas e magias, mistérios, tradições medievais,

Fascinante os teus segredos que ainda hoje surpreende a todos nós e traz,

Bruxas e sacerdotes extremamente torturados pela inquisição,

Papa Inocêncio III, o pioneiro nesta tal perseguição.

 

Traz os xamãs e os mesmeritas pro meu povo se cuidar,

Disse o Babalorixá, quem não pode com mandinga

Não carrega patuá.

 

A nossa Deusa lua feiticeira até o infinito iluminar,

Imensa como o brilho das estrelas,

Que são os olhos do céu pra nos guiar.

 

Qhoti-Bedu, o grande feiticeiro,

Assim dizia a crença e o mito carajá,

E as lendas do folclore brasileiro,

Que trago nesta noite de luar,

Que a paz e a esperança esteja com você,

E neste alvorecer vamos cantar,

 

Sou Leste

 

Refrão

 

 

 

Grêmio Recreativo Escola de Samba Portela

 

Com dois títulos e tendo a águia como símbolo, a Portela apresenta o enredo ‘Ceará, Oásis do Nordeste’. Fundada em 17 de março de 1979 e presidida por Zulu, a escola tenta seu terceiro campeonato trazendo para a avenida 300 integrantes, quatro carros alegóricos, sete alas, mais bateria e baianas e o casal de mestre-sala e porta-bandeira composto por Rafael Teixeira e Cristiane Claudino. Nas cores azul e branco, a escola tem como carnavalesco Fábio de Moura e Tito Teixeira como mestre de bateria. A Portela ensaia diariamente à Rua Silva Jardim, esquina com Moraes Barros, das 20h30 às 22h30. A Portela desfila segunda-feira (27), às 22h15.

 

Cante com a Portela

 

Ceará, o Oásis do Nordeste

Autores: Jairo Prudente e Orlandinho da Portela

Intérpretes: Orlandinho da Portela, Márcio e Marcelo

 

Desbravando o Ceará,

Pero Coelho de Souza encontrou índios Tabajara,

E se encantou com as riquezas desse chão,

Belezas, artesanato, que loucura,

Potes de barro, escultura, coisa linda de se ver,

Praias douradas, Canoa Quebrada,

Dunas de areia em Jericoacoara.

 

Viajei na dança com ela,

De azul e branco, Portela,

Maracatu, dança do coco,

Cultura linda que me deixa louco.

 

Iracema, lábios de mel, morena,

Apaixonado, Martins ficou,

E desse amor um fruto gerou,

Após a fuga tudo se acabou,

Crato, Juazeiro, Cariri,

Sou cangaceiro, sou daqui,

Meu padre Cícero vem abençoar,

O jangadeiro, o dragão do mar.

 

Refrão

Voa, voa, minha águia, vem mostrar,

Bumba Meu Boi, boi Ceará,

Sou cabra da peste, vou festejar,

E nesse oásis quero me acabar.

 

 

 

Zoon Zoon

 

Fundada em 14 de outubro de 1969, a Zoon Zoon é a mais antiga escola de samba de Piracicaba. Trazendo a abelha como símbolo, nas cores verde e branco, a escola apresentará o enredo ‘Com todo amor’ tentando ganhar seu décimo segundo campeonato. Carlos Alberto Alis é o presidente da escola e trará para a avenida 450 componentes, seis alas, além da bateria e baianas, quatro carros alegóricos e o casal de mestre-sala e porta-bandeira Gil Moreno e Michele. Vlade Castilho é o carnavalesco e Gilson ABC, mestre de bateria. A Zoon Zoon ensaia de segunda à sexta-feira, das 20h às 23h na Avenida do Café, 310. O desfile acontece segunda-feira (27), às 23h30.

 

Cante com a Zoon Zoon

 

Com Todo Meu Amor

Autor: Tadeu, grupo Toa a Toa

 

Vem amor,

Pegar carona nesse mundo de magia,

Que esplendor,

É a verde e branco transbordando alegria.

 

Amor, amor, amor,

O mais puro sentimento,

Que nos foi passado pelo criador,

Ferida nem sempre sentida,

É dor não doída,

Faz bater mais forte o coração,

A mão amiga, ao irmão que aquece a alma,

Fortalece os laços de união,

Pilar da grande família,

É pedra fundamental,

Para a paz no mundo é o ideal.

 

Vem me abraçar, meu amor, me seduzir,

O teu carinho é que me faz delirar,

Me dá teu colo, meu bem, que eu me embolo,

O teu amor me embala e me faz sonhar.

 

Me amei, amo e amarei,

Eu vim do amor e pra ele hei de voltar,

Da trilogia do amor não há como se esquivar,

Eu vim cantar o amor, ô, ô, ô, e seja onde for, ô, ô, ô,

Minha colméia vai passar,

Pra exalar o amor no ar.

 

 

 

 

 

 

 

X

Reportar erro!

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente





10 + 1

X

Enviar e-mail para amigo!

O link da notícia será enviado automaticamente





10 + 1

Plano diretor Racismo é Crime Resultados de Exames
Ficar informado sobre Pira ficou ainda mais fácil Semuttran
Webmail
Contato Prefeitura: Tel. (19) 3403-1000
Rua Capitão Antônio Corrêa Barbosa, 2233 - Chácara Nazareth - Piracicaba/SP
2019 - Todos os direitos reservados | Prefeitura de Piracicaba
Desenvolvimento Imagenet