0800 da Saúde recebe em média 35 ligações/dia

Autor: COMUNICAÇÃO/SAÚDE

A Central de Atendimento criada pela Prefeitura de Piracicaba para orientação sobre o coronavírus (COVID-19) recebeu em média 35 ligações diárias desde quando teve início, no dia 01/04. Seu objetivo é esclarecer dúvidas sobre prevenção, sintomas e a necessidade de atendimento médico. A equipe de atendimento telefônico está à disposição da população das 8h às 20h, de segunda a sábado, por meio do telefone 0800-774-8080 (ligação gratuita).
A superintendente do serviço de Urgência e Emergência da Secretaria Municipal de Saúde, Flávia Sá, explica que as principais dúvidas são relacionadas aos sintomas da doença, diferença entre gripe e resfriado, uso de máscara, isolamento social, receio de contaminação e eventual necessidade de atendimento. “Muitos querem ir ao centro de triagem, ao lado UPA Piracicamirim, mesmo sem ter sintomas respiratórios. Desta forma, são orientados sobre os procedimentos que devem seguir”, explica.
Ela disse ainda que algumas ligações fogem do contexto da central de atendimento. “São ligações sobre funcionamento dos bancos e comércio, decretos e de pessoas de outros municípios querendo saber onde procurar atendimento. Nesses casos, os mesmos são orientados a procurar os setores/órgãos competentes”, disse Flávia.
“A recomendação é de que qualquer pessoa que tiver alguma dúvida sobre prevenção, sintomas ou precisar de orientação, deve ligar para esse canal antes de procurar uma unidade de saúde. É mais uma ferramenta de comunicação para ajudar a responder as perguntas dos cidadãos sobre o vírus de forma técnica e segura, a fim de manter as pessoas bem informadas e atentas, evitando assim ruídos que possam comprometer o trabalho de controle social definido pelo Ministério da Saúde e seguido a rigor pelo município”, ressaltou o secretário municipal de Saúde, dr. Pedro Mello.
Todas as dúvidas, orientações e procedimentos sobre o coronavírus serão feitas exclusivamente pelo telefone 0800-774-8080.

CENTRO DE TRIAGEM DO CORONAVÍRUS
Nos 20 primeiros dias de funcionamento do Centro de Triagem do Coronavírus, na UPA Piracicamirim, 1.527 pessoas foram atendidas. Do total, 55 pacientes foram encaminhados ao Hospital Regional, Santa Casa e HFC, classificadas como casos de urgência, porque apresentavam síndrome respiratória aguda grave (SRAG).
De acordo com dra. Flávia Sá, os casos que exigem atenção especial são encaminhadas aos hospitais e assim que recebem alta, passam a ser monitorados em suas respectivas casas, via telefone, por profissionais da Vigilância Epidemiológica. Os casos de síndrome respiratórias que não exigem hospitalização, também são medicados e encaminhados para acompanhamento dos profissionais da Atenção Básica. Já os casos leves, que são a maioria, são medicados e orientados para que fiquem em casa.
Dos atendidos no Centro de Triagem do Coronavírus, 140 são crianças (menores de 12 anos), 1.132 adultos (entre 12 e 60 anos) e 243 idosos (acima de 60 anos). A maior procura tem sido durante o dia, das 6h e 18 horas (1.050) e o menor fluxo, durante a madrugada (70). Das 18h às 24 horas foram atendidos 407 pessoas.

*Os números se referem aos atendimentos realizados do dia 01/04 até às 12h do dia 20/04

1.527 pessoas foram atendidas em 20 dias no Centro de Triagem do Coronavírus



 

Imprimir