Trabalho Infantil: semana tem diferentes atividades alusivas ao dia Mundial de Combate

Autor: Sabrina Rodrigues Bologna: 31076

Piracicaba, 11 de junho de 2019 – Na semana de 12 de junho, que é dia Mundial e Nacional de Combate ao Trabalho Infantil, diferentes atividades marcam a extensa programação organizada pela Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (Smads).

Amanhã, o dia D, há três atividades programadas. A primeira delas acontece na sala de espera do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Piracicamirim, às 9h, com o nome “O que é trabalho infantil”. Das 13h às 17h acontece o Seminário “A erradicação do Trabalho Infantil como questão essencial aos direitos humanos”, com Sidney Aguilar Filho, historiador e especialista em História Social e Cultural da Infância e da Educação no Brasil. O seminário acontece n o Salão Nobre da Câmara de Vereadores de Piracicaba e terá transmissão ao vivo. Antes do início do Seminário, crianças e adolescentes do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case), unidades Jardim Oriente e Bosques do Lenheiro se apresentam. A noite, das 19h às 20h30, com realização do Colégio Dom Bosco São Mário, acontece "Roda de Conversa" com o tema Trabalho Infantil. A roda terá como facilitadora a Ana Carolina Giacomini. O colégio está localizado na Avenida Santa Rosa, 653 Areião.

Na próxima segunda-feira (17), acolhidas especiais nas unidades do Cras São José, São Paulo e Vila Sônia também abordam a temática. As atividades acontecem às 9h e às 13h.

Hoje os usuários de todas as unidades de Case passam um período no Paraíso das Crianças para atividades lúdicas. Ontem eles percorreram as ruas do entorno das unidades realizando passeata para sensibilização sobre o tema.

O 12 de junho - O dia Mundial contra o Trabalho Infantil foi instituído por resolução da OIT (Organização Internacional do Trabalho), em 2002. No Brasil, a data foi instituída em 2007, pela lei 11.542.

Em 2019, o mote da campanha desenvolvida nacionalmente é “Criança não deve trabalhar, infância é para sonhar”. Conforme informações do sítio do Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI), “o objetivo é sensibilizar e motivar uma reflexão da sociedade sobre as consequências do trabalho infantil e a importância de garantir às crianças e aos adolescentes o direito de brincar, estudar e sonhar, vivências que são próprias da infância e que contribuem decisivamente para o seu desenvolvimento.” Em 2019, ainda com informações da FNPETI, a mobilização faz parte também da celebração dos 25 anos do FNPETI, dos 100 anos da OIT e dos 20 anos da Convenção 182 da OIT, que trata das piores formas de trabalho infantil.

Símbolo – O cata-vento de cinco pontas coloridas (azul, vermelha, verde, amarela e laranja), como símbolo, foi escolhido em 2004 durante a caravana Nacional pela Erradicação do Trabalho Infantil. O cata-vento significa movimento, sinergia, atividade na luta contra o trabalho infantil com uma atitude positiva de ação, de proposta, de solução.

 

 

Centro de Comunicação Social

Sabrina Rodrigues Bologna: 31076

Imprimir