Piracicaba

.: Urbanização da Portelinha tem início com implantação de rede de esgoto

Data: 17/04/2017

Autor: Débora Laranjeira

A urbanização da comunidade Portelinha na região do bairro Tatuapé teve início hoje, dia 17, com as obras de implantação da rede coletora de esgoto realizada pela Prefeitura, por meio do Semae- Serviço Municipal de Água e Esgoto e Águas do Mirante.

“Vamos despoluir o córrego, todo o esgoto que corre a céu aberto será canalizado, até dezembro vamos resolver o problema da comunidade, proporcionar saúde e qualidade de vida” declarou o prefeito Barjas Negri.

Comunidade da Portelinha começou a receber redes coletoras de água e esgoto ontem, 17/04

De acordo com José Rubens Françoso, presidente do Semae, as obras de esgoto e água seguem em conjunto. “Serão implantados na primeira etapa 2.625 metros de rede de água e 3.300 metros de esgoto, aproximadamente cinco mil pessoas serão beneficiadas a implantação. Hoje já instalamos um pv (poço de visita) e a cada nova interligação, é um pouco a menos de esgoto que será despejado no córrego”, explicou o presidente.

Em céu aberto, cai no córrego, com a rede vamos eliminar essa parte do esgoto, com o pv ligado, tudo já vai para a rede, cada interligação feita, é um pouco menos de esgoto que é lançado no córrego

Um dos fundadores da comunidade, o garçom Francisco de Assis Falcão de 30 anos, conta como foi o início da comunidade “ajudamos muita gente com terreno, moradia, a moradia aqui era bem crítica, muito barraco de madeira, sofrimento na parte do esgoto, agora com a ajuda do pessoal da Prefeitura, estamos todos unidos pela nossa melhoria, na urbanização que a comunidade recebe de braços abertos. A implantação do saneamento básico, é tudo. Vai livrar a gente das doenças, com a urbanização vai acabar o esgoto correndo pela rua, vai acabar com o mau cheiro, para nós será 100% de melhora, é qualidade de vida sentida na pele”, declarou Falcão.

O prefeito Barjas Negri acompanhou as obras na Portelinha e conversou com moradores

José Ricardo Gastão, 36 anos, segurança, morador da comunidade há sete anos, relata: “viver em uma comunidade sem saneamento é terrível, difícil, vai diminuindo cada dia mais a saúde da gente, com esse esgoto a céu aberto gera contaminação da água, nós temos água canalizada, mas não é potável, normalmente eu fervo a água e deixo na geladeira. Com o saneamento vai melhorar nossa saúde, quando tem saneamento nós temos segurança, além do conforto”.

Para o propagandista, Carlos Henrique de Santana de 53 anos, morador da comunidade há seis anos, o dia a dia aqui na comunidade é muito sossegado. “Mesmo com toda nossa dificuldade, é tranquilo, posso dizer que é o bairro mais calmo da cidade, não temos violência entre os moradores, apesar de ser favela somos unidos, é uma fraternidade.A implantação do saneamento significa para mim, para o município, e também para as empresas uma grande melhoria. Para os moradores qualidade de vida e para as empresas economia, porque há muito desperdício como a água a luz e outras coisas. Nós temos o conhecimento do trabalho do Barjas, e sabemos que ele é excelente administrador, ele é um homem do povo e aberto ao diálogo”, disse Santana.

Ao final de todas as etapas, cerca de 1.300 famílias serão beneficiadas

                

X

Reportar erro!

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente





6 + 4

X

Enviar e-mail para amigo!

O link da notícia será enviado automaticamente





6 + 4

Logo comemorativo Resultados de Exames
Campanha Sinal Aberto pra vida
Webmail
Contato Prefeitura: Tel. (19) 3403-1000
Rua Capitão Antônio Corrêa Barbosa, 2233 - Chácara Nazareth - Piracicaba/SP
2017 - Todos os direitos reservados | Prefeitura de Piracicaba
Desenvolvimento Imagenet